RoboCer3D - Fabrico rápido de produtos em porcelana por R3D
tipo de financiamento Industry National
programa QREN - I&D em Co-Promoção
acrónimo/
referência
RoboCer3D
referência alternative POCI-01-0247-FEDER-003350
grupo(s) de investigação 2 - nanoestruturas e cerâmicos ferróicos multifuncionais ;
4 - biorrefinarias, materiais de origem biológica e reciclagem;
departamento ESAN
período de execução 2016-01-01 - 2018-06-30 ( 30 Meses )
resumo/
palavras-chave

O projeto RoboCer3D tem como objetivo o desenvolvimento de uma tecnologia de fabrico aditivo para produtos em porcelana, nomeadamente a tecnologia de “Robocasting 3D” (R3D). A exploração desta tecnologia visa uma redução drástica do tempo de manufatura, bem como o alcance de novos mercados com o desenvolvimento de novas funcionalidades que respondam melhor às necessidades atuais e futuras. Até à data não é conhecida a utilização industrial desta tecnologia alternativa no fabrico de produtos em porcelana, e por isso detetou-se a necessidade de um projeto de investigação partindo do desenvolvimento de formulações, de base industrial, de pasta/suspensão de porcelana.
A liberdade formal presenteada no fabrico de produtos por tecnologias de fabrico aditivo, como o R3D, torna possível o fabrico de peças com geometrias e funcionalidades que não são possíveis obter por tecnologias convencionais. A reprodutibilidade e o controlo computorizado das caraterísticas arquitetónicas de produtos permitirão potenciar a indústria cerâmica no fabrico de produtos com alto valor acrescentado, que responda às necessidades de segmentos de mercado específicos, quer nacionais quer internacionais.
Dadas as especificidades da R3D, e as exigências ao nível das características das matérias a transformar (suspensões, pastas e líquidos), o plano de trabalhos contempla, na sua primeira fase, o estudo e desenvolvimento de formulações de pastas/suspensões de porcelana da Costa Verde com as adequadas características físicas e químicas. Segue-se o fabrico aditivo de peças em verde por R3D, envolvendo o estudo dos respetivos parâmetros, e posteriormente as fases de cozedura e vidragem. Todos os testes e adaptações planificados ao longo do projeto visam garantir a máxima exploração das potencialidades de aplicação desta técnica na indústria cerâmica.
O consórcio do projeto é liderado pela Porcelanas da Costa Verde, SA, produtora de referência louça em porcelana, e por dois co-promotores: o Laboratório Associado CICECO da Universidade de Aveiro, detentor de trabalhos reconhecidos no desenvolvimento de materiais cerâmicos e de tecnologias de fabrico aditivo, e o Centro Tecnológico da Cerâmica e do Vidro (CTCV), com competências no desenvolvimento e engenharia de produto e em novas tecnologias de produção sustentáveis.

coordenador
/ip local
José Martinho Marques de Oliveira
ciceco status Parceiro
instituição proponente Porcelanas da Costa Verde
instituições participante(s)

Centro Tecnologico de Cerâmica e do Vidro; Universidade de Aveiro

parceiro(s) internacional Não
orçamento total 892.262€
orçamento ciceco 395.525€
centro de custos 3.64.180
link https://www.ua.pt/esan/PageText.aspx?id=21053
publicações
Apoio

1suponsers_list_ciceco.jpg