Ideia de negócio premiada no “Born from Knowledge”
2018-12-19
Extração de anticorpos da gema de ovo desenvolvida por Mara Freire, João Coutinho, Márcia Neves e Sandra Bernardo venceram a competição na categoria “Saúde”.

Uma tecnologia sustentável e de maior eficácia na extração de anticorpos da gema de ovo para o combate a infeções bacterianas resistentes, proposta por investigadores da CICECO/Universidade de Aveiro (UA), venceu o concurso Born fom Knowledge, na categoria Saúde.

A ideia de negócios, PurAvTec, apresentada neste concurso nacional promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, através da Agência Nacional de Inovação, S. A. (ANI), e que ganhou na categoria Saúde, foi um dos vencedores conhecidos a 12 de dezembro, no PCI-Creative Science Park. Esta fase final, com 18 equipas representantes de várias instituições de ensino superior, foi o términus de um processo que envolveu a seleção das ideias e equipas de cada instituição e ainda formação de dois dias para preparação do pitch final.

A equipa constituída por Mara Freire, João Coutinho, Márcia Neves e Sandra Bernardo, investigadores do CICECO e do Departamento de Química, venceu o Born fom Knowledge, concurso que reúne as melhores ideias de negócio nascidas do conhecimento científico e/ou tecnológico. O objetivo da iniciativa é promover uma cultura de valorização do conhecimento científico e tecnológico em Portugal, distinguindo e premiando boas práticas e casos de sucesso, ideias que respondam a desafios da sociedade e contribuam para o desenvolvimento da economia.

A ideia de negócio PurAvTec resulta do trabalho desenvolvido no projeto IgYPurTech, cujo objetivo passa por desenvolver uma tecnologia sustentável para a purificação de anticorpos da gema do ovo e de desenvolver biofármacos baratos com origem natural e mais eficazes do que alguns dos atuais antibióticos. Este projeto foi apoiado com um bolsa do European Research Council, o Conselho Europeu de Investigação, das mais ambicionadas ao nível europeu.

Mara Freire, coordenadora do projeto IgYPurTech e da equipa proponente da ideia de negócio, calcula que, se tudo correr como previsto, será possível chegar a uma solução de mercado em 2028.

Share to Facebook Share to Twitter Share to Google+ Share to LinkedIn
Apoio

1suponsers_list_ciceco.jpg