Há arte em despoluir a nossa praia local!

artplastic.png

Uma caminhada de sensibilização para o uso excessivo de produtos com curta utilização e longa duração, nomeadamente plásticos, que acabam por dar à costa nas praias locais foi organizada no âmbito dos 20 anos do CICECO- Instituto de Materiais de Aveiro. A iniciativa envolveu quase 30 membros do CICECO, contou com a participação da Comissão de Alunos de Doutoramento (CAD) desta unidade e da investigadora Mirtha Lourenço. Decorreu também no âmbito da Noite Europeia dos Investigadores.

joua_i_14129_2.jpgA atividade 'Há arte em despoluir a nossa praia local' decorreu no passado dia 22 de setembro pelas 17h30 na praia da Barra, em Ílhavo. Este evento contou com a participação do artista Ricardo Nicolau de Almeida e de quase três dezenas de membros do CICECO, laboratório associado da Universidade de Aveiro (UA), entre os quais alunos de doutoramento e investigadores. A inicitiva foi ainda integrada no programa da Noite Europeia dos Investigadores, evento anual assinalado a 24 de setembro em várias cidades europeias. Em Aveiro, este programa é promovido e organizado pela Fábrica da Ciência Viva.

Pela praia da Barra e junto ao paredão foram recolhidas beatas de cigarros, acessórios de pesca, pequenos pedaços de plástico, tecidos e garrafas de vidro e plástico pelos voluntários. O lixo recolhido foi utilizado para a criação de uma obra de arte pelo artista Ricardo Almeida. 

A ação foi realizada com o acompanhamento, ainda, de Fabianne Ribeiro, investigadora da UA, que recentemente se tem dedicado ao estudo de microplásticos em amostras ambientais e dos seus efeitos ecotoxicológicos em espécies aquáticas.

Esta atividade contou com a participação de?alunos do quarto ano de escolaridade que recolheram lixo pelas ruas de Aveiro. Durante a tarde realizou-se uma outra atividade de pintura onde a Associação Pais em Rede foi convidada a participar e onde os jovens desta instituição tiveram a oportunidade de pintar materiais cerâmicos a retratar a poluição do meio ambiente por plásticos. Estas pequenas obras de arte foram vendidas durante a Noite Europeia dos Investigadores, tendo o lucro sido revertido para a associação, numa ação de solidariedade. 

joua_i_14129.jpgRicardo Almeida: arte e intervenção

Ricardo Almeida nasceu no Porto em 1975 e frequentou o curso de design e comunicação na ESAD Matosinhos. Depois de vários anos a testar diferentes formas de expressão artística, fez em 2014 a sua primeira exposição com materiais recolhidos nas praias, iniciando assim o seu projeto intitulado NICDEALM. Este é um projeto de arte e intervenção onde a expressão artística serve também como ferramenta de consciencialização para a poluição causada pelos plásticos. 

Nos últimos anos o trabalho do Ricardo consiste na recolha de materiais ao longo da costa portuguesa e estes materiais são servem como matéria prima para as suas obras de arte. Desde então o artista tem vindo a realizar várias ações por todo o país, como limpezas e construção de peças ao vivo e/ou coletivas, oficinas para crianças, exposições ou instalações em diferentes espaços públicos, para consciencializar a comunidade para este problema.

Apoio

1suponsers_list_ciceco.jpg